29 de julho de 2016

Visita do representante da meliponicultura,o mestre Paulo Menezes

Este mês compareceu ao meu meliponário,o mestre Paulo Menezes. Esse que considero também um dos mestres que mais me ensinou pois:tenho muito apreço pelo amigo,falar em meliponicultura e não citar grandes figuras como PNN,Doutora Imperatriz Fonseca,Kerr,doutor Chagas,Selma Carvalho,Meu mestre Tertuliano Ayres Neto,Doutor Rogério da Bahia,Doutora Gena Souza,DR.Davi Said Aidar,Cristiano Menezes do Pará,Fernando Oliveira, Giorgio Venturieri,Meu amigo Paulo Romero,Meu irmão Kalhil Pereira França,Gesimar Célio dos Santos,Pedro Viana e Deusimar das abelhas,Mário Márcio meu pupilo.E tantos outros que não caberia nesta pagina, pois: são muito.São pessoas que dedicam grande parte da suas vidas.A favor das nossas abelhas, que há muito tempo vem mantendo nossa atividade, com muito amor e carinho.

O mestre Paulo Menezes em frete ao meliponário da abelha Tiuba.

 Abelha uruçu do Nordeste, grande desenvolvimento em caixas modelo Nordestina.

18 de maio de 2016

Viagem a cidade de Monte Santo Sertão da Bahia

Sábado passado fui até a cidade de monte santo,visitar amigos meliponicultores,uma viagem muito prazerosa de 2000km,fui muito bem recebido pelos amigos Deusimar e Vanivon fui fazer um intercambio de conhecimento  e uma visita técnica.Ao fundo a Cidade de Monte Santo.



16 de abril de 2016

Método radical,formando colonias filhas a partir de uma matriz.

O método radical é um procedimento, desenvolvido por mim já que na literatura Florence não nos ensina a proceder assim. Ensinando o método tradicional dividir uma colônia ao meio para formar uma colônia filha.Esse método é muito fácil pois: retira-se todo ninho de um enxame forte de qualquer abelha nativa e forma várias caixas filhas, a partir de um disco nascente formando micros enxames. Como fazer primeiro você escolhe uma matriz forte, retira todo ninho quando o discos superior  ás abelhas começarem a raspar a cera todo conjunto estão pronto ou retira-se apenas discos nascente se tiver habilidade retira-se o nascente e o verde ou novo.Não retira mais nada da caixa, deixa a Rainha fisogástrica ás abelhas e todo provimento com poucos dias a caixa mãe se recupera.às abelhas campeiras num total 100 tem que ser doada por uma caixa forte de outra matriz.Pará  ter um sucesso de 90% nas abelhas ditas, que são difícil de formar nova rainha com apenas um disco, ex: Tiúba,uruçu amarela e outras pegue a rainha fisogástrica de outra caixa forte,e faça o micro enxame a matriz doadora com 15 dias já tem formado nova rainha e o micro enxame logo feito o procedimento já começa a produzir.Com quatro meses você já pode dividir a caixa filha.Toda divisão deveria se assim feita com uma rainha pronta a produzir.Todo esse procedimento não é viável para quem produz mel,pois:abelhas que se mexe não produz mel como deveria.Aqui são exemplo como aumentar sua criação rapidamente para futura produção de mel.



 Essas imagens do meliponário Mário Márcio da pra ver, como a matriz está se recuperando bem devido o mesmo usar boas práticas ex: alimentar os enxames e servir cera que são um dos maiores fatores do desenvolvimento.


Como foi dito,a melhor forma de fazer enxame novo é doando uma rainha fisogástrica.Pois:essa já começa a produzir o futuro enxame,e você renova a rainha da caixa matriz.com esse procedimento tem uma vantagem de sucesso de 90% do enxame novo formado com apenas um disco dar certo.

Formando belos enxames assim.
O resultado é esse várias caixas com poucas matrizes.
Abelha tiúba do Maranhão,Pará e Piauí. 

22 de março de 2016

Pesquisas com abelhas Tiúba do Maranhão micro enxames pelo método radical.


Esses enxames foram formados pelo método radical,técnica avançada de formar enxame a partir de um disco de cria, a parte de PVC é para que essa abelha concentre os discos e desenvolva diâmetro maior assim produza mais abelhas.Estão com 28 dias de formados, esses não vão levar um ano para se desenvolver devido ser uma técnica diferente da usada na Embrapa no Pará que fala dos micros enxames, dessa abelha. Método já usado por mim na formação dos ninhos de outras abelhas.Com esse conhecimento posso aumentar a criação rápidamente.




Formando belas matrizes assim.

 E estantes de meliponário com a produção dos enxames.

31 de janeiro de 2016

Descoberto o enigma das revoadas das abelhas uruçu scutellaris.

A revoada da abelhas nativas,é uma coisa muito interessante quando acontece muita gente não entende,ficam só em olhar sem entendimento.Na Bahia os mais velhos dizem que elas estão reunidas para rezar o santo oficio,outros dizem que é por causa de cheiro no local outros falam que por causa do feromônio das princesas virgens mais quando acordei hoje vi e tive um entendimento diferente.O que acontece nada mais é que a direção de floradas,ás abelhas que ficam voando no meio da revoada parada com ás corbículas abaixadas geralmente com pólen e néctar essas indicam a direção precisa da fonte de alimento.ás que ficam revoando ao seu redor são ás orientadas.Tudo isso foi descoberto por observações e mudanças de direção das abelhas,em relação ás floradas.A partir de hoje todos os criadores de scutellaris e outras abelhas nativas que fazem revoadas,observe esse comportamento para que essa tese tão importante seja comprovada vocês já tem um norte observem suas abelhas e entenda seus comportamento.


Vejam essa imagem entre o meliponário e o pé de Ora Pro nó bis ás seis horas,60% das abelhas estavam no centro carregadas de pólen e com seus nectários cheios.de frente para o oeste e ás outras revoando em circulo muito rápido,após instantes se desfez.e começaram saírem e voltarem pelo mesmo local carregadas de pólen.


30 de janeiro de 2016

Florada de Ora-pro-nó bis

Essa semana tive o prazer de ver a primeira florada de Ora Pro nó bis,muita abelhas gostam retiram pólen e néctar é uma festa só.